Girlboss 1ª Temporada |Crítica

  Girlboss é a nova série da Netflix e a Netflix sempre produz coisas   maravilhosas e essa série não foi diferente.       A série m...





  Girlboss é a nova série da Netflix e a Netflix sempre produz coisas   maravilhosas e essa série não foi diferente. 
   A série mostra a vida de Sophia uma jovem de 23 anos que se recusa a entrar na vida adulta para ela ser adulta é deixar todos os seus sonhos morrerem.  Depois de cansar de ficar sem dinheiro e depois de receber um aviso de despejo ela decide vender sua jaqueta favorita no ebay o que para sua surpresa a faz ganhar uma bela quantia pela mesma e assim Sophia descobre o que gosta de fazer na vida, vender roupas vintage.




  Girlboss é uma adaptação da autobiografia da empreendedora Sophia Amoruso, dona da  loja virtual Nasty Gal, mas ao inicio de cada episodio temos o seguinte aviso:

    "A seguir, uma releitura livre de eventos verdadeiros. Muito livre."

 Pois os produtores da série quiseram mudar um pouco o tom da história, fazendo que ficasse num tom mais cômico, mas ao decorrer da série temos vários episódios sérios e que tratam de assuntos importantes.
  Sophia é uma uma anti-heróina, que para algumas pessoas vai ser quase uma missão impossível torcer por ela, pois ela é egoísta e não nega isso em nenhum momento e além de ser grossa em diversos momentos, mas isso é o que faz uma personagem marcante e original. 
 Muitas mulheres são envolvidas na produção da série, e na história o que não faltou foi emponderamento feminino, em algumas cenas vemos como é difícil para Sophia entrar nesse meio de negócios sendo uma mulher de 23 anos e ela sofreu um pouco com isso,  mas a série não foca somente nisso. 
 Esse é o tipo de série que vai inspirar as pessoas a não desistirem dos seus sonhos, a serem elas mesmo, a serem originais.

   
 A forma como a série foi feita é impressionante, a história começa em 2006 e temos muitas referencias a coisas da época. 
  O foco da série é a Sophia ela é a personagem mais aprofundada da série, mas mesmo assim os atores coadjuvantes tem seu espaço para brilhar.
  É uma história fácil de ser assistida, os episódios tem poucos minutos, um dos pontos mais positivos da série são os figurinos, estão perfeitos.
 Apesar de ser uma comedia, ela tem seus momentos de emoção, pois a história fala sobre uma mulher que não que amadurecer, não quer agir como adulta e sei que muitas pessoas vão se identificar com essa questão.
   
                                  NOTA:


Abraços