Entrevista Com Alecio Miari-Conhecendo o Autor

      Oi tudo bem com vocês?, espero que sim, hoje trago uma entrevista com o autor do livro Arkhaika,nosso novo parceiro veja o lançamento ...

      Oi tudo bem com vocês?, espero que sim, hoje trago uma entrevista com o autor do livro Arkhaika,nosso novo parceiro veja o lançamento AQUI , fiz algumas perguntas a ele, vamos ver suas respostas?





De onde veio o desejo de escrever um livro?

R-Passei a ler muito desde que comecei a trabalhar. O demorado tempo de trajetória entre casa - escritório - casa passou a ser aproveitado com livros, muitos livros.
Em meados de 2012 comecei a sentir falta de uma história que me tirasse o fôlego. Ou eu estava mais crítico ou eu estava mais burro para escolher livros bons. 
Foi desta vontade de "perder o fôlego" que nasceu a ideia de Arkhaika. A coloquei no papel e, pouco a pouco, ela foi ganhando forma e se estruturando. A cada novo capítulo eu me envolvia mais com o enredo e me afeiçoava mais com os personagens.
Ao final de 2013 a narrativa terminou.



Como surgiram os personagens?

R-Não sei bem. Eles vão aparecendo conforme a necessidade do enredo. Alguns são baseados em pessoas que eu conheci ao longo da vida ou personagens de outras histórias. Mas prefiro não dar nomes, dependendo do conhecimento do leitor ele identificará alguns...

Você se inspirou em algum livro para escrever o seu próprio livro?

R-Uma grande inspiração foi Jogos Vorazes. Não em relação ao enredo, mas em relação à narrativa de "tirar o fôlego". No meio do caminho eu me desanimei e pensei em desistir de Arkhaika. Aí peguei para ler novamente a Trilogia de Jogos Vorazes e ela fez a fagulha reacender, me deu combustível para seguir firme até o final.


Qual foi o sentimento de ver sua obra concluída, impressa no papel?

R-Uma felicidade monumental. Você saber que conseguiu fechar toda a narrativa e que a história o agradou é um sentimento muito forte. Equiparo ao sentimento de quando nasce um filho (eu tenho dois, por isso posso falar com propriedade, rs).


   Por que o gênero fantástico e não outro estilo?

  R-Está na minha veia o gênero fantástico. Senhor dos Anéis, Harry Potter, Percy Jackson, Jogos Vorazes, Divergente, Rangers - Ordem dos Arqueiros, Game of Thrones, Dragões de Éter, Batalha do Apocalipse, Eragon, trilogia Goldshine...


 Arkhaika vai ter algum tipo de continuação?

R-Arkhaika tem começo, meio e fim. Quem o ler encontrará um final para a aventura. Mas eu possuo ideias para a continuação sim. Na verdade possuo muitas ideias e tenho vontade de fazer mais um Arkhaika.

Antes de escrever, o que você fazia?


R-Na verdade eu continuo fazendo. Me aventurei neste mundo com a cara e a coragem.
Atualmente eu presto assessoria financeira para empresas e ministro cursos de controle e planejamento financeiro e diversificação de investimentos (CDBs, Títulos Públicos, Ações em Bolsa de Valores). Dá uma conferida no meu site AQUI

Escrever é diversão ou um trabalho?

R-É uma diversão trabalhosa. Gostaria muito de poder viver somente da escrita e de livros, me apaixonei por este desafio. Mas o mercado brasileiro é ruim e não sei como será o futuro, por enquanto escrevo conforme o tempo me permite.

 Pensou em desistir?

R-Muitas vezes. Você escreve uma história que não sabe se sairá do seu computador e não sabe se alguém lerá. É um caminho muito solitário ao qual você precisa injetar ânimo constantemente. Você escreve meio sem saber por quê, é muita loucura isso.


Uma dica para jovens escritores?

R-Paciência e treino.
Eu estou lançando meu primeiro livro com 31 anos. Minha escrita hoje é muito melhor do que quando eu possuía meus 20 e poucos anos.
Acho que a maior dica que posso tentar passar é a de que os jovens escritores percebam os textos que leem, com outros olhos. Não se concentre somente na narrativa de que o herói salva o mundo e pronto, perceba como o autor descreveu um ambiente (Ele acertou? Ficou maçante ou a passagem fluiu bem?), como ele caracterizou um personagem (Ele parou a narrativa inteira só para descrevê-lo ou introduziu características ao longo da trajetória de maneira sutil?) e logicamente se ele conseguiu fechar todos os pontos ao longo do caminho.






















Obrigado por ler, não se esqueça de comenta.